Roteiro de Buenos Aires – a capital Latina que é cheia de charme

Buenos Aires é a nossa capital na América Latina com mais carinha de Europa, além de linda, pertinho das cidades mais ao sul do Brasil e com várias opções de voos diretos – Na verdade é mais rápido ir de São Paulo a Buenos Aires do que de SP a Belém, por exemplo!!!

Ficamos três dias completos na capital Argentina e diria que foi suficiente para conhecer os principais pontos turísticos com calma, se você tiver interesse em fazer o passeio de barco para Delta e Trigre ou ir à Colonia del Sacramento no Uruguay, vá incluindo mais dias na sua viagem.

Chegando em Buenos Aires!!

O melhor aeroporto para você chegar é o  Aeroporto Internacional Ministro Pistarini (Ezeiza) que fica a 31,2 km do centro de Buenos Aires, é o mais importante e o mais completo de Buenos Aires.

Transfer e Taxistas oficiais.


Eu considero Transfer uma ótima opção, pois você sabe exatamente quanto vai pagar, pode ser agendado sem precisar de wifi ou internet de celular e você terá todo conforto de ficar na porta do seu hotel sem precisar carregar mala pela cidade.
O custo vai depender do tipo de transfer, consulte seu hotel.  

Você já deve ter ouvido falar de diversos golpes de taxistas em Buenos Aires e tivemos a sorte de não passar por nenhuma situação chata, mas eles são super comuns e todo mundo fala para termos todo cuidado. Então se você optar pelo taxi NÃO pegue os taxistas que ficam na porta do aeroporto sem agência que é quase certeza de golpe.

A melhor opção é o Taxi Ezeiza e o custo é em média 780 pesos em dinheiro (aprox.US$ 42) ou 858 pesos no cartão de crédito (aprox. US$ 46), esse valor vai do Aeroporto à qualquer bairro em Buenos Aires.

Ônibus Executivo e de Linha

O Manuel Tienda León é um ônibus Executivo que faz o trajeto do aeroporto de Ezeiza até o Terminal Madero, que é próximo da estação Retiro, da linha C do metrô. A passagem custa 400 pesos (março 2019).
Achei essa uma opção que vale a pena se você estiver viajando sozinho e nos bairros próximos ao Terminal Madero, que está no centro de Buenos Aires

A linha de número 8 faz o trajeto do aeroporto de Ezeiza até o Centro de Buenos Aires, percorrendo vários bairros. O trajeto dura cerca de duas horas e custa 62 pesos (Março de 2019). Mas lembre-se que só é possível pagar com o cartão de transporte SUBE, que você pode comprar no aeroporto de Ezeiza.

Porque não Uber?

Uber é proibido na capital portenha, claro que o aplicativo funciona. Mas você só vai conseguir um carro se selecionar a opção pagar em dinheiro, outras formas de pagamento são recusadas pela maioria dos motoristas por terem dificuldade de receber do banco devido a proibição do governo.

Agora vamos à uma dica de Roteiro de três dias na capital Portenha.

Ficamos hospedados no bairro da Recoleta, que acho uma opção maravilhosa por ser um bairro seguro, muito arborizado e que se você gostar de andar vai conseguir fazer esse primeiro dia a pé – como nós fizemos.

1º Dia

Comece sua viagem no Museo Nacional de Bellas Artes que durante a semana abre às 11h e aos finais de semana às 10h – Coloquei essa opção aqui porque acho super interessante se você gosta de Monet, Picasso, Renoir e etc ou se não conhece os principais museus europeus (Louvre, National Gallery, D’orsey, etc) pois o MNBA possui um dos principais acervos de arte europeia da América Latina e uma curadoria super linda dessas obras, mas que não se comparam com os museus em Paris, por exemplo.

De lá você pode ir andando conhecer o Monumento Floralis Genérica que é uma escultura em forma de flor que fica em um parque em Buenos Aires – esse é um passeio rápido para curtir o clima verde da cidade.

Se estiver no pique pode ir andando até o MALBA – Museu de Arte Latina de Buenos Aires e este é um Museu must go em Buenos Aires pois é o maior acervo de arte latina na América Latina e que você não vai encontrar em outros lugares – É inclusive onde está a mais famosa obra da Tarsila, o Abapuru, além de obras de artistas consagrados mundialmente como Lygia Clark, Diego Rivera e Frida Kahlo.

Depois de um dia por museus você pode curtir o jardim Japonés que é um parque com mais de 350 espécies de plantas nativas do Japão e é um lugar lindo. Outro parque lindo é o Parque El Rosedal de Palermo – um dos mais famosos e maiores de Buenos Aires.

Bem perto desses parques está o Zoológico de Lujan de Buenos Aires – onde você pode ter contato com o Leão. Mas nós não conhecemos porque não gosto muito desse turismo e não aconselhamos ou encorajamos turismo animal – então não tenho dicas sobre esse passeio. Mas você pode consultar as informações no site Zoo Lujan

2º dia

No segundo dia comece conhecendo o Teatro Cóllon – a visita guiada começa às 9h e não esqueça de comprar pelo site porque as filas são enormes. Ao fim da visita vá andando para o Obelisco, desça a avenida 9 de Julio até a Plaza de Mayo.

Lá você vai conhecer a Catedral Metropolitana, que a principal igreja católica da capital, a famosa Casa Rosada que é a sede do Poder Executivo e para conhecer seu interior é necessário reservar com 15 de antecedência pelo site e a visita é gratuita e se estiver com tempo vale conhecer o  El Cabildo que é o edifício onde foi declarada a Revolução de Maio de 1810

Da Plaza de Mayo vá direto para o Puerto Madero. É um passeio lindo e super gostoso de fazer. Conheça a Puente de las Mujeres, o Navio e o Museu Fragata Sarmiento que está ancorado. E, claro, aproveite para almoçar em um dos restaurantes que fazem parte do complexo gastronômico de Puerto Madero – Para dicas de onde comer e beber, clique aqui

Depois de experimentar uma típica parrilla acompanhado de um bom vinho malbec aproveite a caminhada pela Calle Florida até as Galerias Pacífico – que é um shopping com uma arquitetura linda e afrescos pintados nos tetos e nas paredes.

Termine seu dia conhecendo uma das livrarias mais lindas do mundo a El Ateneo Grand Splendid que era um antigo e importante teatro de Buenos Aires e que hoje teve sua estrutura toda preservada e virou uma livraria que é considerada a segunda melhor do mundo.

3º Dia

No terceiro dia faça um passeio na Plaza General San Martín – uma das praças mais importantes de Buenos Aires, pois foi onde ocorreu uma batalha entre os Portenhos e a coroa Britânica que estava invadindo o território.

Ao fim desse passeio você pode ir ao Palácio Barolo que é um dos edifícios mais antigos de Buenos Aires e no período da construção era o prédio mais alto da América Latina. Às 11h e às 15h acontece uma visita guiada, mas você pode ir por conta própria e ver Buenos Aires do alto – eles tem um rooftop com uma vista linda.

Para dicas de onde comer e beber em Buenos Aires, clique aqui

De lá você pode pegar um ônibus ou um táxi e conhecer o bairro de San Telmo –  se for no Domingo você vai conhecer a famosa feira de San Telmo que é imensa e muito legal para comprar travel gifts ou lembranças artesanais de Buenos Aires.

No bairro de San Telmo na esquina das ruas Chile e Defensa fica a famosa escultura da Mafalda do cartunista Quino e prepare-se para as filas se quiser uma foto como lembrança

Continue o dia indo para o La Bombonera que é o estádio do Boca Junior – Nós não conhecemos porque não somos fã de futebol, mas você pode conferir horários, tour guiado e valores no site oficial.

Do estádio você pode ir andando para o El Caminito – o bairro onde nasceu o Tango em Buenos Aires. Confesso que é um pouco decepcionante por realmente parecer um passeio “pega turista”.

E nesse momento você deve estar se perguntando – Então vale a pena ir ao El Caminito? Digo que sim. Porque se você está a passeio e tem tempo, vale para tirar suas próprias conclusões.

Quando estivemos no bairro conhecemos a Fundación PROA que é uma instituição cultural com espaço expositivo bem ao lado do El Caminito que promove a arte e a cultura contemporânea, se você gosta de instalações de arte mais modernas acho que vale a pena a visita.

Mas não indico ficar para assistir um show de tango, a qualidade não é a mesma das apresentações nas casas de show e nem fazer uma refeição, mesmo que você esteja procurando uma experiência mais “comida de rua” acho que outros lugares mais interessantes da cidade podem fornecer essa experiência.

Para dicas de onde comer e beber em Buenos Aires, clique aqui

Tem alguma dica de Buenos Aires? um lugar imperdível? Conta pra gente nos comentários!

Autor: Explora Vida - Nay Noronha

Paraense morando em São Paulo, pronta pra viver experiências gastronômicas e de viagens regada de um bom vinho e sempre buscando os melhores registros!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s