10 coisas que você não pode deixar de fazer em Belém

por uma paraense apaixonada

Esse é um post de 10 coisas que você precisa fazer ou comer ou experimentar em Belém do Pará – essa cidade que é puro charme amazônico!!

Para um roteiro mais completo de quando ir, onde ficar e o que fazer dia por dia acesse meu post no blog Carpe Mundi que está muito especial!

Mas vamos às dicas imperdíveis…

1. Tomar açaí com farinha no Ver-o-Peso 

Mais paraense que essa dica não existe. Tomar um belo de um açaí com farinha de tapioca ou farinha d’água na beira do rio Guamá é a melhor experiência que você pode ter – ACREDITE! 

Andar pelo Ver-o-peso já uma experiência em si, o mercado de peixe na verdade é um complexo composto pela feira de verduras, erveiras, venda de farinhas e artesanato, feira do açaí e o mercado de carne. A parte de alimentação é uma parte do complexo e a dica é passar uma manhã para aproveitar e conhecer tudo!!

Toda família tem a sua barraca favorita, mas não se apegue à isso – sente em alguma na beira do rio, peça o combo açaí com peixe frito e prepara-se para uma tigelada de meio litro de açaí e umas duas postas de peixe.

Essa experiência custa entre $15 e $20.

2. Comer pupunha com café a tarde

Esse provavelmente é o lanche mais diferente que você vai fazer. Mas é um super costume paraense comer a fruta pupunha com café puro umas 16h da tarde. 

Mas fique atento, pois não é toda época do ano que temos pupunha, ela é uma fruta muito difícil porque não pode ser comida crua. Deve ser cozida com sal por um tempo e mesmo após esse processo seu prazo de validade ainda é curto. 

Infelizmente essa dica não vem acompanhada de sugestão de restaurante, ela é um costume das casas paraenses que você pode reproduzir se optar por um airbnb, por exemplo. 

3. Tomar um sorvete da Cairu na Estação das Docas

Cairu é a sorveteria mais famosa de Belém! Hoje ela já tem algumas concorrentes à altura como a Gelateria Damazonia, mas ainda acho que a experiência Cairu é sensacional. 

Você vai encontrar milhares em Belém e oportunidade não faltará, mas tomar na Estação das Docas é gostoso porque você pode fazer isso apreciando a beleza do rio Guamá. 

Sabores? haa esses são infinitos. Mas eu super indico os sabores regionais, porque é o forte da sorveteria. A dica é experimentar o sorvete de tapioca ou mestiço, mas tem também opções igualmente deliciosas, como os sabores ‘carimbó’, ‘paraense’, ‘taperebá’….indico tomar todo dia para você escolher seu preferido [rsrsrs]

4. Tomar água de coco na Praça Batista Campos

A praça Batista Campos é uma das praças mais antigas de Belém e seu nome é uma homenagem ao cônego Batista Campos que lutou na cabanagem – uma revolta paraense contra a coroa Portuguesa pouco estudada mas muito importante, primeiro porque ela foi uma das únicas que alcançou o poder e segundo porque ela foi duramente massacrada, vale pesquisar mais. 

Mas vamos falar de coisas boas…!!

Se você gosta de correr é um ótimo local para a prática do esporte, mas se quiser só dar uma volta é igualmente agradável.

EssCombine o passeio com uma água de coco bem geladinha e não esqueça de pedir para a barraca cortar o coco para você comer a “carne” – AMO!

Já leu nosso roteiro completo no Carpe Mundi?!! Acesse aqui

5. Tomar um chopp na cervejaria Amazon Beer 

Amazon Beer é uma cervejaria em Belém que fica na Estação das Docas! Eles também são um restaurante com petiscos e comidinhas deliciosas. Mas o melhor dessa dica é que ela é super artesanal e abusa das frutas e ervas amazônicas, ela já foi premiada algumas vezes e se você é amante dessa bebida esta é uma parada obrigatória. 

Você pode conferir as dicas do melhor momento para aproveitar um belo de um chopp no post que eu fiz em parceria com o Carpe Mundi, clicando aqui.

6. Comer Unha de Caranguejo

Unha de caranguejo está para o paraense como a coxinha está para o paulista..rsrs

Esse é um salgado muito parecido com a coxinha, pois é feito da mesma massa mas no lugar do frango desfiado entra a carne do caranguejo! Como eu amo mariscos eu simplesmente sou apaixonada por Unha de Caranguejo. 

Onde comer? Você encontra em vários lugares – uma dica é pedir de petisco no Amazon Beer. Mas se você quiser um lugar especializado em caranguejo, vá no restaurante Família Caranguejo que fica no centro da cidade e absolutamente tudo lá é feito com esse crustáceo delicioso. 

E vale lembrar que caranguejo é diferente de siri – experimente e escolha seu preferido !

7. Comer Maniçoba e Pato no Tucupi

Esses são as duas maiores iguarias paranaenses e que você NÃO pode deixar de experimentar em Belém!!

Vamos começar explicando o que é…

Maniçoba é feita da maniva que é a folha moída da mandioca brava e que precisa ser cozinhada durante sete dias porque é considerada venenosa para o consumo humano – é isso mesmo que você leu. 

Ela é muito parecida com a feijoada, mas ao invés do feijão usamos a maniva. Contudo os “entulhos” são os mesmos.

  • Mas Nay, eu sou veggie e quero muito experimentar!!

Para isso temos o restaurante Govinda que faz a maniçoba vegetariana, que no lugar da carne do porco entra os legumes. Vale conferir no site quando esse prato está disponível, porque não é todo dia! 

O Pato no Tucupi é a carne do pato no molho do tucupi – que é um líquido amarelo extraído da raiz da mandioca brava (a mesma da maniçoba) e que para ser usado também tem que cozinhar por uns cinco dias. O processo de extração é bem regional também, por ser feito no tipiti uma espécie de moedor ou espremedor de palha. Após essa etapa o líquido descansa para que se separe a “massa”, essa é a matéria prima da farinha de tapioca que usamos para tomar com açaí. Ou seja, a mandioca brava é a base da alimentação paraense. 

Onde comer? 

Em qualquer barraca de rua no comércio (centro da cidade) você vai encontrar esses dois pratos, mas aconselho você fazer um almoço de domingo no buffet come a vontade que tem nos restaurantes “Lá em Casa” ou “El Capone” na Estação das Docas. Nesse buffet você também vai poder experimentar várias iguarias, como o peixe filhote, tambaqui, açaí, arroz paraense etc.  

Para você que é de São Paulo e quer muito experimentar essas duas iguarias paraenses não se desespere porque na big apple brasileira tem tudo – E restaurantes como “É do pará”, “Quintal Paraense” e “Amazônia” possuem todas essas comidinhas e muito mais – como o açaí com farinha, peixes típicos e frutas regionais. Vale dar uma conferida!   

8. Tomar café da manhã em Mosqueiro

Mosqueiro é uma ilha que pertence ao município de Belém que fica à uns 60km do centro da cidade. Eu adoro esse lugar, até porque passei minha infância frequentando. As praias são de rio e você tem uma paisagem bem típica. Nos finais de semana a ilha ferve, principalmente nos meses de verão – Maio à Setembro. 

O que eu amava fazer era acordar e ir tomar o café da manhã na beira do rio – a gente ficava na orla e tomava café na Barraca da Dora ou na Barraca do Gordo. O típico? qualquer tapioquinha de queijo ou a molhada no coco, além disso você pode provar o cuscuz paraense que tomamos com leite – Vale experimentar!! 

Depois disso aproveite seu dia nas praias de rio – Indico a praia do Paraíso que tem mais opções de almoço e melhor infraestrutura! 

9. Tomar um Tacacá no fim de tarde 

E o que é Tacacá? É um caldo feito com tucupi, jambu, goma e camarão tomado na cuia em barracas de rua. 

A graça é tomar na rua no fim de tarde quando a temperatura está mais amena, mas não se engane o líquido é quente e vai fazer suar ainda mais. Mas não deixe isso te impedir – termine seu dia passeando pelo Complexo Feliz Luzitânia e tome em alguma barraquinha da praça que fica em frente à igreja. Isso é terminar o dia como um verdadeiro paraense. 

Curiosidade: Quer experimentar um drink inspirado na bebida? Tcacachaça – cachaça de jambu, bourbon e maracujá servido no Remanso do Bosque, restaurante do chef Thiago Castanho.   

10 . Fazer uma refeição na ilha do Combu 

A ilha do Combu é uma outra ilha que pertence ao município de Belém, mas eu acho que é um passeio que você DEVE fazer, esse é o famoso “must do” por infinitos motivos. 

Primeiro que o lugar É LINDO! Você só chega na ilha de barco e todos os restaurantes são palafitas (construções tipicamente amazônicas na beira do rio). Esse será um passeio único que é para passar o dia – no meu post para o Carpe Mundi eu descrevi bem o roteiro e você pode conferir lá! 

Mas para explicar melhor: a ilha tem vários furos, que são entradas de rio com restaurantes de comida regional e super gostosa – alguns tem igarapés para tomar banho, música ao vivo ou dj enquanto outros são mais familiares, alguns tem trilha, loja, servem chocolates feitos com cacau colhidos na ilha… enfim, o que não falta são opções!!

Minha dica de um dia perfeito? Confira tudo aqui!!!

DICA EXTRA

11. Jantar no Remanso do Bosque

O Remanso do Bosque é o restaurante mais ‘gourmet’ de Belém, se você gosta de experimentar os ingredientes locais com o requinte da técnica clássica da gastronomia com direito a releitura e apresentação dos pratos – esse é o seu lugar!

Tudo começou com o “Seu Chicão”, pai do Tiago e Felipe Castanho que fazia comida para vender e abriu o restaurante Remanso do Peixe – Restaurante super tradicional de comida paraense e bem mais antigo. Com o tempo, Tiago ficou super conhecido na gastronomia nacional e criou o Remanso do Bosque que é comandado por ele e seu irmão. No espaço eles usam e abusam dos ingredientes regionais para criar uma releitura única dos pratos paraenses, além de fazerem releituras da coquetelaria clássica. 

Indico tudo no restaurante – mas meus queridinhos são: Filhote na brasa ou Tambaqui. Esses dois pratos não vão decepcionar nenhum critico gastronômico!

Para conferir um roteiro completo de Belém, clique aqui!

Se gostou do post e quiser mais dicas comente ou acesse meu Instagram para conferir as novidades fresquinhas!!  

Autor: Explora Vida - Nay Noronha

Paraense morando em São Paulo, pronta pra viver experiências gastronômicas e de viagens regada de um bom vinho e sempre buscando os melhores registros!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s